Pernambuco tem, de acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, 6 mil testes para diagnóstico do novo coronavírus para realizar nos próximos dias. Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (9), o secretário afirmou que, destes, 2 mil foram desenvolvidos pelo Instituto Aggeu Magalhães, da Fiocruz-PE, e 4 mil foram enviados pela matriz da Fiocruz, no Rio de Janeiro.

“Chegaram mais 4 mil kits da Fiocruz do Rio de Janeiro. Pernambuco, hoje, tem o desenvolvimento, pelo instituto Aggeu Magalhães, de mais 2 mil testes. Pernambuco hoje tem algo em torno de 6 mil testes que poderão ser feitos ao longo dos próximos dias, ampliando a nossa capacidade de testagem”, afirmou o secretário.

O número é superior à quantidade de testes feitos até o momento. Segundo André Longo, nos últimos 25 dias, o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) fez 2.740 exames do novo coronavírus.

“Obviamente que não só o Lacen que fez testes. Existiram testagens também por laboratórios privados, enquanto eles tinham insumos. O Lacen tem procurado compilar todos esses dados”, declarou.

Ainda de acordo com o secretário estadual de Saúde, o número crescente de testes positivos mostra que a epidemia está acelerando.

“É fato que nos testes que têm sido feito, nós temos observado uma ampliação no percentual de positivos, o que mostra que a gente está no processo de aceleração da curva epidêmica”, afirmou.