A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (25), 607 novos casos da Covid-19 com diagnóstico laboratorial em Pernambuco, dos quais 220 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 387 como leves. Foram confirmadas ainda mais 48 mortes em decorrência da doença provocada pelo novo coronavírus. Agora, Pernambuco totaliza 28.366 casos (12.611 graves e 15.755 leves) e 2.248 mortes com diagnóstico positivo para o Sars-CoV-2.

Recuperados
O boletim desta segunda registra a recuperação de 1.618 pacientes, totalizando 8.312 pessoas curadas da Covid- 19 no Estado. Desse total, 3.869 foram pessoas que desenvolveram quadros graves, enquanto outras 4.443 foram acometidas por casos leves.

Graves
Dos casos graves ativos no Estado, 1.616 evoluíram positivamente, receberam alta hospitalar e concluem tratamento em isolamento domiciliar. Outros 4.878 estão internados, sendo 234 em terapia intensiva (UTI) e 4.644 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 157 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência em pacientes de outros estados e países.

Óbitos
Nesta segunda, foram notificados mais 48 óbitos, sendo 27 homens e 21 mulheres, residentes nos municípios de Recife (14), Paulista (4), Vitória de Santo Antão (4), Cabo de Santo Agostinho (3), Jaboatão dos Guararapes (3), Olinda (3), Abreu e Lima (2), Ipojuca (2), Palmares (2), Tamandaré (1), Nazaré da Mata (1), Agrestina (1), Joaquim Nabuco (1), Goiana (1), Brejo da Madre de Deus (1), Água Preta (1), Barra de Guabiraba (1), Bom Jardim (1), Itambé (1), além de um caso de outro estado. Dessa, o Estado totaliza 2.248 mortes pela Covid- 19. Há, no momento, outros 284 óbitos por Srag ainda em investigação.

Essas mortes ocorreram entre os dias 28 de abril e 24 de maio. Os pacientes tinham idades entre 21 e 94 anos – 20 a 29 (2), 30 a 39 (2), 40 a 49 (1), 50 a 59 (2), 60 a 69 (13), 70 a 79 (13), 80 ou mais (15). Das 48 vítimas, 30 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (21), diabetes (13), doença cardiovascular (4), doença renal (4), doença de Alzheimer (3), doença pulmonar (3), tabagismo (2) e histórico de AVC (1), o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Três não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios.

Profissionais
Até esta segunda-feira, o número de profissionais que atuam nos serviços ligados à Saúde submetidos a teste para o novo coronavírus após manifestarem sintomas de síndromes gripais é de 13.251 pessoas. Dessas, 6.838 tiveram resultado positivo e outras 6.004, negativo. Há ainda 171 testes com diagnóstico inconclusivo, devendo esses profissionais passarem por novo processo de coleta, e 238 amostras aguardando análise.