Ainda é muito cedo para pensar em flexibilização da quarentena mais rígida adotada pelo governo de Pernambuco. Essa é a visão do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. Mas ele admitiu: há um indício de desaceleração da curva de casos da Covid-19 na capital Pernambucana.

“Há um indício de desaceleração da curva. Mas ainda é precipitado afirmar que já se pode flexibilizar o isolamento. É importante dizer que analisamos esses dados diariamente, junto com o governo do estado e é hora, neste momento que estamos no meio da quarentena, de manter firme o isolamento”, afirmou, em entrevista coletiva pela internet, na manhã desta quarta (27).

Os números mostram que, de fato, da sexta-feira (22) até a terça-feira (26), o número de casos da Covid-19 em Pernambuco, de acordo com os boletins divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde, diminuíram. No entanto, de acordo com o próprio secretário, não é possível dizer que o pico da doença já foi alcançado, já que ela pode apresentar curvas de crescimento e baixa em determinados períodos.