O CNS (Conselho Nacional de Saúde) pediu hoje ao Ministério da Saúde e às secretarias estaduais e municipais que solicitem e usem leitos ociosos na rede particular de saúde enquanto durar a pandemia de Covid-19. A recomendação nº 26, assinada pelo presidente do órgão, não tem valor de lei, mas sugere políticas a serem adotadas a governadores e prefeitos.

A mesa diretora do Conselho se reuniu na segunda-feira (20) para discutir a possibilidade de o Estado requisitar à iniciativa privada os leitos necessários para impedir a falta de atendimento médico durante a pandemia. Depois de preparar o texto ainda na segunda, os conselheiros redigiram hoje sua versão final, assinada pelo presidente Fernando Zasso Pigatto.